sábado, 30 de julho de 2011

A INSUSTENTÁVEL LEVEZA DO SER


Imagem: Gettyimages
"Para que um amor seja inesquecível, é preciso que os acasos se juntem desde o primeiro instante"

MILAN KUNDERA

22 comentários:

  1. Os acasos são realmente a graça da vida, querida Bia! Filme contado tira a graça de se assisti-lo, não é mesmo?

    Felicidades, menina!

    ResponderExcluir
  2. Oiii Bia!
    Menina, qual amor pode ser esquecido numa imagem dessa, em Pariiis!rssss
    Bela frase! O acaso pode ser o escritor de lindas histórias de amor! Não sei se vc lembra um conto que eu escrevi de um encontro no ônibus que começou uma história de amor? Foi como conheci meu marido, como tudo começou. Esta semana dei para a Norma do blog Pensando em Família postar em Meu melhor momento, uma homenagem pelos 2 anos de seu blog. E viva o amor!

    Grande beijo e feliz domingo!

    ResponderExcluir
  3. Oi Louro!!!

    Eu somente li o livro, o filme eu ainda não vi, mas o livro achei tão maravilhoso que li mais de uma vez. Obrigada, felicidades pra você também!!!
    Bia :)

    ResponderExcluir
  4. Oi Val!!!

    Noosaa!!! Lindo também o teu conto e tuas palavras ainda mais que é uma história real e verdadeira, o que nos faz acreditar que é possível sim viver estes momentos maravilhosos e inesquecíveis!!! E viva o AMOR!!!
    Um Ótimo domingo!!!
    Beijoooosss
    Bia :)

    ResponderExcluir
  5. Bia, livro lindíssimo; foi o melhor livro do Kundera. Também reli essa obra várias vezes. O filme não teve o mesmo brilho pois a imaginação humana é o melhor dos filmes. Bia permita-me ousar uma resposta à Valéria: Paris certamente não esquecemos mas, as vezes, o "amor" foi apenas uma "nuvem passageira" (parafraseando nosso amigo gaúcho Hermes Aquino). rsrsrs. Abraços a todos. Bjão Bia.

    ResponderExcluir
  6. Oi Professor Irapuan!!!

    O livro é realmente muito bom!!! Também acho que foi o melhor de Kundera, uma obra que prende o leitor do início ao fim. O filme eu ainda não assisti, mas assim que tiver um tempinho quero ver. Na maioria das vezes o livro é sempre melhor do que o filme, são linguagens diferentes, mas que as vezes se complementam e outras vezes modificam um pouco a essencia da obra. Obrigada pelas palavras, os mais diversos pontos de vista e opiniões sempre qualificam um debate.
    Um Ótimo domingo!!!
    Bjus
    Bia

    ResponderExcluir
  7. Oie Lindona

    O livro é muito bom, eu adorei, o filme ainda não vi, mas vou ver, apesar que devo confessar, que na maioria não gosto, nunca são completos como o livro e vc sempre fica com a sensação que faltou alguma coisa.
    Ahhh o acaso.
    beijos lindona, ótimo domingo e que ele seja doce moça que eu adoroooo

    ResponderExcluir
  8. Un très bon auteur...
    Bonne journée,
    Amitiés de France,

    Pierre
    http://pierre-boyer.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Dja!!!

    Na maioria das vezes o livro é sempre melhor e mais completo mesmo que o filme, sempre gera polêmica está questão entre livro e filme.
    Obrigada pra você também tudo de bom e uma ótima semana!!!
    Bjus
    Bia :)

    ResponderExcluir
  10. Bonjour Pierre !!!

    Merci! J'aime les livres de Milan Kundera.
    Une bonne semaine
    Salutations du Brasil.

    Bia :)

    ResponderExcluir
  11. Lindo. Não conheço o livro e nem o filme, mas lendo isto já me deu essa vontade (RSS). Viva o amor!!!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Oi Marcus!!!

    O livro vale muito à pena ler. Obrigada pelas palavras.Uma boa semana!!!
    Abraços
    Bia :)

    ResponderExcluir
  13. Bom dia Bia, conheço apenas o livro e acredito que, como em todos os casos, ele deve ser melhor que o filme, afinal a riqueza de detalhes é sempre maior.

    Tenha uma linda semana!

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi Néia!!!

    Concordo com você, alguns livros são tão fascinantes com seus requintes de detalhes que a gente cria o próprio filme na cabeça (como o professor Irapuan falou). Uma excelente semana!!!
    Bjus
    Bia :)

    ResponderExcluir
  15. Isso é totalmente verdade!

    Beju Bia :D

    ResponderExcluir
  16. Oi Nathy!!!

    E VIVA O AMOR e os bons sentimentos!!!
    Bjus
    Bia :)

    ResponderExcluir
  17. Olá querida amiga Bia!!!
    E com a "Tour Eiffel" como cenário de fundo, acho que o acaso do amor ainda será mais forte na reunião!!!
    Beijoca lusitana, Zé Maria

    ResponderExcluir
  18. Olá Zé!!!

    Muito bonita suas palavras!!! Obrigada pela visita!!!
    Bjus
    Bia :)

    ResponderExcluir
  19. Oie minha lindona querida

    Bom diaaaaa!!!

    passando pra te dar um beijo e desejar que seu dia seja doce... doce... doce e se aquece aí, tão dizendo por aqui, que aí tá um frio daqueles.

    beijos Bia, abraços apertadinhos.

    ResponderExcluir
  20. Olá Dja!!!

    Obrigada pelas palavras sempre carinhosas!!! Aqui no SUL está mesmo um frio terrível pois é chuva, vento e umidade tudo junto, congelante mesmo, ai no RIO a temperatura é bem mais agradável né?
    Beijooos
    Bia :)

    ResponderExcluir
  21. O "juntar" é que são elas!!
    Quem me dera, Kundera, quem dera!

    Por falar em acasos e em casos,
    veja e leia se tiver curiosidade e interesse:
    http://mesdre.blogspot.com/2009/09/por-acaso-de-car-ro.html

    ResponderExcluir
  22. Olá André!!!

    É realmente complicado, existem tantos encontros e desencontros.
    Obrigada pelo link.
    Bia :)

    ResponderExcluir